Página Inicial Data de criação : 07/12/04 Última actualização : 14/03/25 15:58 / 569 Artigos publicados

Diga adeus ao dinheiro!  (Informativas) Inserido Monday 13 February 2012 16:15

DINHEIRO

Blogue de kaskais :Psychophoto by KK, Diga adeus ao dinheiro!

“Ninguém é mais escravo do que aquele que se considera livre sem o ser.” (Johan Wolfgang Von Goethe)

TINHA que ser um gajo alemão a dizer, ou a pensar uma treta destas. Mas se é um alemão que o diz, convêm levá-lo a sério. Quanto a si, um dos milhões de leitores deste blogue, se estava habituado a acender charutos com notas de 20€, ou a atirar moedas de 2€ á carola dos árbitros de futebol, desabitue-se. Se pensa que tem algum dinheiro em cash, depositado no banco, ou debaixo do colchão, que lhe pode vir a ser útil nos tempos mais próximos, pense melhor! Porquê? Porque pode vir a não ter nada, ou então não o pode usar. Pensava que isto da crise ia ficar por aqui, e que o dinheiro “em espécie” nunca seria proibido aos cidadãos? Que esse conceito é impossível? Está enganado, porque isso vai tornar-se uma realidade, e muito mais cedo do que se possa pensar. A ideia dos políticos alemães (sempre o Reich) é pura e simplesmente proibir o dinheiro em numerário. Não acredita? Então leia a directiva da UE 2009/110/CE [fonte 1], que foi adoptada em Setembro de 2009 no meio da indiferença geral, e que introduziu um conceito muito perigoso: o dinheiro electrónico.  Agora pense um bocadinho, mesmo só um bocadinho; se com o dinheiro em papel que tem uma existência física, os nossos “líderes”, portugueses e europeus, conseguiram esturrar uma riqueza imensa, dando sumiço a biliões de euros, e crivar-nos de dívidas, a serem pagas pelas próximas gerações, imagine o que acontecerá com uma moeda com forma imaterial, feita de 0 s e 1s a circular por computadores controlados pelos banqueiros. Podemos dizer adeus a qualquer valor atribuído ao trabalho, e esquecer a ideia de criar algum património. 

NA Alemanha, a partir do mês de Agosto de 2012 vão-se introduzir restrições ao pagamento em dinheiro. Em Itália, desde 4 de Dezembro de 2011 e sobre pressão de Mario Monti, já não é possível pagar mais de 1000 € em dinheiro. Não é preciso lembrar que Monti é um dos membros mais influentes do grupo [fonte 2] Bilderberg e ex-assessor do Goldman Sachs. O nosso “querido tio” Balsemão também faz parte deste extraordinário grupo. Monti caiu de pára-quedas no cargo de primeiro-ministro italiano depois da expulsão de Berlusconi, e sabe muito bem o que tem a fazer para agradar aos seus verdadeiros patrões. Na Bélgica o limite actual é de 5000 € mas será reduzido para 0 quando entrar o dinheiro electrónico. Quando estes planos entrarem em vigor, os bancos, e o estado, podem controlar a 100% todas as trocas efectuadas entre as pessoas. Toda a gente vai ser transformada em escravo, e no mínimo vai ter que ir dar sangue para pagar as dívidas transformadas em 0s e 1s dos banqueiros, e dos seus computadores. Qualquer um de nós, pode de repente ver o seu saldo reduzido a 0, seja por erro do sistema, seja propositadamente. A maioria da população europeia não percebe o que está a acontecer, e quando perceber, se chegar a perceber, vai ser tarde de mais.

JÁ disse neste blogue, que não sou de esquerda, nem de direita, porque para mim, as ideologias políticas só perdem em estupidez, para as ideologias religiosas. Mais infame do que um politico, só mesmo um padre (rabi, ímã), ou um padre metido na politica. A religião não funciona, ou funciona mal, o que é a mesma coisa, e também não me surpreende mesmo nada que o comunismo não funcione, que o socialismo não funcione, e que o capitalismo também não funcione. O capitalismo parece que funciona quando vamos ao shopping, ou compramos mais um carro, ou computador, mas na realidade não funciona. A televisão, o rádio, o cinema, os jornais, querem fazer-nos crer que é o melhor sistema a que podemos aspirar, mas se olharmos para alguns números, temos que pensar melhor. Cerca de 3 Biliões de pessoas não tem acesso ao conhecimento. 2 Biliões de pessoas carecem de acesso a medicamentos essenciais. 1,5 Bilião de pessoas vive com menos de.90 cêntimos por dia. 1 Bilião de pessoas sofre de fome. 1 Bilião de adultos dos quais 2/3 são mulheres são analfabetos. 150 milhões de crianças, metade das quais raparigas não frequentam a escola primaria.  44% dos jovens deste planeta estão desempregados. Estes números são brutais, e é uma brutalidade ainda maior, o nosso alheamento perante eles.

ENQUANTO seres humanos “evoluídos”, e “modernos”, contemporâneos do fabuloso século XXI, não será nossa obrigação assegurarmos que cada criança deste Mundo tenha possibilidade de comer e de ir á escola? Na vez de nos preocuparmos com a globalização do comércio mundial, não seria mais avisado internacionalizarmos as crianças tratando-as, todas elas, não importando o país onde nasceram, como património que merece cuidados do mundo inteiro? Não? Então, sou eu que estou a exagerar quando me parece que estamos a construir uma história muito triste para os futuros seres humanos. Perante este histórico, ainda parcial, porque nem sequer leva em conta os enormes, e irreparáveis danos ambientais feitos á conta do lucro, como é que podemos levar a sério os políticos, os banqueiros, empresários e um grande número da população, que defendem tal sistema? Será que andamos todos a alucinar? Alguém nos anda a meter LSD na água? Na verdade não sei qual é o melhor sistema alternativo a estes ismos todos, mas sei que se não acabar com estes números brutais, é porque também não vale nada, e a verdade nua e crua é que, se não tomarmos medidas em relação a isto tudo, estamos bem tramados. O próximo artigo talvez ande á volta, mas só á volta (nada de profundidades), de 10 medidas que poderiam salvar Portugal, mas que nunca serão tomadas. Boas fotos, e cuidado com a água da torneira. OPV        

Fonte 1

http://eurlex.europa.eu/LexUriServ/LexUriServ.do?uri=OJ:L:2009:267:0007:0017:EN:PDFDIRECTIVE 2009/110/EC OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL of 16 September 2009 on the taking up, pursuit and prudential supervision of the business of electronic money institutions amending Directives 2005/60/EC and 2006/48/EC and repealing Directive 2000/46/EC

Fonte 2

http://bilderbergmeetings.org/governance.htm

 

 

http://kaskaisphotos.net23.net/

 

 

 

 

compartilhar

Adicione um comentário !

(Facultativo)

(Facultativo)

error

Atenção, os comentários insultuosos, racistas, etc. são proibidos neste site.
Se alguma queixa for apresentada, utilizaremos o seu IP (54.167.10.244) para o identificar.     

Nenhum comentário
Diga adeus ao dinheiro!


abrir barra
Fechar barra

Deve estar conectado/a para escrever uma mensagem kaskais

Deve estar conectado/a para adicionar kaskais os seus amigos

 
Criar um Blog